Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sublime Amor...


    Não há tamanho amor, nem mais intenso,
    do que esse  que me vem desesperado,
    despido em meus versos, despudorado,
    com cheiro de jasmim, místico incenso...

    Não há tanto querer que seja mais
    que o meu, nem tenha forma mais sublime,
    a imensidão do olhar que me redime,
    na guerra a solidão,  no amor, a paz...

    É desse amor maldito entre os escombros
    onde eu posso colher flores divinas,
    para plantar, depois, pelo caminho...

    Esse amor que me pesa sobre os ombros
    são libélulas frágeis, pequeninas,
    toda vez que me entrego aos teus carinhos!
Ciro Di Verbena
Enviado por Ciro Di Verbena em 04/09/2006
Reeditado em 24/11/2014
Código do texto: T232774
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro Di Verbena
Votorantim - São Paulo - Brasil
223 textos (8977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:44)
Ciro Di Verbena