Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU HOLOCAUSTO

 Sem saber, às vezes, buscamos tão longe o que temos à mão.


No espasmo emocionante da paixão
Corri atrás do amor que me fugia.
Fui ao céu e corri toda a amplidão,
Vasculhei as estrelas. Que agonia!

Voltei exausto, na desilusão
Como um guerreiro que vencido, via
Ter-me esforçado numa guerra, em vão,
E perdido coragem e  alegria.

Que desastre! Voltei bem triste, exausto,
Chorar o meu horrível holocausto,
Na minha cama fria e abandonada.

Mas quê? Busquei tão longe, quase morro
De angústia e dor, sofrido, sem socorro,
E em casa a me esperar... a minha amada!!

Lucan
Enviado por Lucan em 06/09/2006
Código do texto: T234061
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:37)
Lucan