Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema mulher

Que coragem é essa que brota do teu seio
E em fera-mulher te faz transformar?
Que encanto é este que te inunda?
Que graça, que garra, que eloqüência de amar...

Do vermelho puro do teu fértil ventre
Nasce vida, estrela, sol, esperança...cor!
E fazes acreditar com intensidade colossal
Que não existe amor... que só existe amor!

E chamam-te frágil, tamanha a ironia
Mas eis que nomeio-te perfeição
Força e sutileza em total harmonia

E se alguém algo ruim de ti disser, maldita oração
É porque é tamanha tua luz e poesia
Que apenas anjos te cantam o cantar dessa paixão!
dhália
Enviado por dhália em 06/09/2006
Reeditado em 06/09/2006
Código do texto: T234283
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:33)
dhália