Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VOZ DO CORAÇÃO

Tolo, julgava eu ter, até outrora,
No peito uma blindagem intransponível,
Mas, quando contemplei teu rosto níveo,
Não tive resistência, minha senhora.

Fiquei enamorado nesta hora:
Senti no peito uma dor terrível,
Porque, tal sentimento, nunca tive-o
E assim não conseguia o pôr p’ra fora.

Para escapar deste atroz dilema
À razão eu pedi então ajuda.
Tentei! Tentei... mas tudo foi em vão.

Desisti de encarar como problema
O amor, então minha boca ficou muda
E a ti falei com a voz do coração.
Herman Marjan
Enviado por Herman Marjan em 07/09/2006
Reeditado em 07/09/2006
Código do texto: T234939
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herman Marjan
Santana do Mundaú - Alagoas - Brasil
4 textos (548 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:00)