Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO └ JUVENTUDE


Fiquei feliz quando fiz quinze anos
Parecia que meu mundo iria desabar
Para abrandar vindouros desenganos
Ganhei loção e creme de barbear.
 
Com a chegada desses novos dias
Descobri que a idade é difícil de se tolerar
Estou sozinho, minhas noites são tão frias
E nada de um novo janeiro chegar.
 
Todos me dizem que nesta fase não devo me precipitar
Que virá e terei incontáveis primaveras para amar e ficar
Estão; tudo o que um dia não foi, em mim, em ti, será.
 
É uma angústia uma eternidade um sofrimento.
Mas o eterno azedume deste meu lamento
Tal qual noite após o dia, um dia... passará.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 13/09/2006
Cˇdigo do texto: T239519
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16227 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 04/12/16 16:47)
Antonio Virgilio Andrade