Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpa

  Desculpa


Pelas horas que viveste em solidão,
Enquanto eu escrevia distraído,
Peço meu amor o teu perdão,
E desculpa se fui um mau marido.

Acredita que não perdi a admiração,
Que desde sempre me tens merecido,
E que só a morte lhe porá travão,
Quando por ela eu for vencido.

Talvez eu perdesse tempo demais,
Nestes últimos cinco Natais,
Sonhando ou escrevendo poesia.

Mas acredita que não foi por mal,
Que para mim continuas especial,
E que nem pela poesia te trocaria.

Alberto Carvalheiras
Enviado por Alberto Carvalheiras em 15/09/2006
Código do texto: T240932
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto Carvalheiras
Portugal, 73 anos
323 textos (10328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:20)
Alberto Carvalheiras