Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alameda

Neste voluptuoso gozo
Do caminho tortuoso ando
Ando e nunca paro
Ao contrário só reparo

Na estrada garbosa
E na curva sinuosa
Mostra-me o contorno claro
Deste caminho raro

Templo de Afrodite
Ei! Acredite
Neste salão nobre
E eu apenas um pobre

Ainda irei adentrar
E sem hesitar
A minha espada
Ali será enterrada
Para assim minha marca deixar.
Hector Tadeu
Enviado por Hector Tadeu em 16/09/2006
Código do texto: T241888
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hector Tadeu
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
15 textos (875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:51)
Hector Tadeu