Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor impura

A flor que perfuma e que comove
A flor que tento sempre esquecer
No sonho, em seu campo envolve-me
No dia-a-dia murcha-me até morrer!

Eu abraço apaixonado a sua presença
Assim sabendo que é sonho somente...
Pois contemplo o que amo no presente
Para não haver vida minha em esperança

Ver o sonho findar-se, não quero
Adormecer neste jardim deserto
Prefiro meus olhos vermelhos em dor!

Pois como saberá uma flor impura
Tão fria, sem coração e murcha,
O quão grande que é por ela o meu Amor?
lucheco
Enviado por lucheco em 18/09/2006
Código do texto: T243487
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lucheco
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 37 anos
128 textos (62103 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:27)
lucheco