Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETOS PARA QUESTIONAR A DOR (- I -)

Manoel Lúcio de Medeiros


Rude dor, inimiga e traiçoeira,
Por que roubas o melhor deste descanso?
Vens tão mansa, como uma cachoeira,
Por que mudas o gosto da boca em ranço?


Por que vens em momento indesejável,
Numa hora em que mais se quer repouso?
Por que levas o que é mais agradável,
Quando o nosso leito ainda é vigoroso?


Por que nunca dás licença pra chegar,
Quando atacas, ou tu levas ou maltratas?
E o corpo, por que sofre o deletério?


Como corda, por que vens pra nos atar?
Por que feres e ao moribundo matas?
Por que levas pela dor ao cemitério?



Direitos autorais reservados!



Malume
Enviado por Malume em 22/09/2006
Código do texto: T246787
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:12)
Malume