Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SILÊNCIO DO AMOR

Onde silêncio e lágrima -- ramados
Na tez: com a espinhal da lis abrida --
Despetala-se triste [dos amados
Casais] a forte flor que foi florida.

Onde silêncio e rima -- declamados
Na foz: com a poesia dorida e ida --
Desgoverna-se vida [dos remados
Canais] em que um amor jamais se agrida.

Onde se troca um riso pelo pranto,
Uma carta de amor por uma nênia
Já não existe amar para se doar

E a canção que embalou deixa-se voar
Para que haja respeito - data vênia -
Ao digníssimo AMOR sem esperanto...
(Alexandre Tambelli, 08 de maio de 2005 - 02:07h)
Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 23/09/2006
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T247096
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116295 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:07)
Alexandre Tambelli