Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre há tempo

Quando cansado de viver já estiveres,
tua vida sem prazeres, da beleza entediado,
busca uma razão pra ela se não queres
que o amor também te encontre destroçado.

Desfaze-te do que tens, dos teus haveres,
perdoa teus algozes, tiranos do passado;
sejam fulgores as luzes de outros seres
que te sigam pelo mundo alvoroçado.

Mas se preferes amarguras, desconforto,
serás para teus irmãos horrendo aborto
aprisionado no pavor das grades...

Chama o Amor e sairás da escuridão
porque tal é a lei da evolução,
Ele vai te segredar que nunca é tarde.
Chaplin
Enviado por Chaplin em 24/09/2006
Código do texto: T248501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28737 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:50)
Chaplin