Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM TEME E A JIA CANTA.

Manoel Lúcio de Medeiros.

E o vento já sopra todo o seu chuvisco,
Uma tempestade, com raio é um risco,
Folhas secas rolam e bolam no chão,
E o homem espantado, não acha um aprisco.

Estrondos eclodem, trovão que explode,
E um vil desespero, a terra ameaça,
E o homem sofrendo, perde sua raça,
Na força do mundo, ninguém o acode!

Insetos, qual nuvens, invadem a Lavoura,
E as festas se acabam sem ter energia.
E a luz se esconde por baixo das trevas!

E homem exclama, é a ira vindoura!
Enquanto um batráquio canta, oh que jia!
Descansam nas águas, e gozam os cambevas!


Direitos autorais reservados.

Malume
Enviado por Malume em 04/10/2006
Reeditado em 16/11/2006
Código do texto: T256327
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:16)
Malume