Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poção coveniente - Menção ao poema de um amor iatrogênico de Lí Maial -


Apenas uma dose de veneno
e serás morta, assim como eu.
De certo não te lembras que doeu
o beijo que escondeu o teu aceno.

Mas este mundo grande é tão pequeno,
que as nossas dores se encontrarão.
E no sepulcro do teu coração
o nosso amor, enfim, restará pleno.

E, assim, não saberei se quem morreu
foi o amor ou foi a solidão;
se foi verdade ou foi ilusão
o beijo que calou-me o teu adeus.

Mas do teu seio levo em minha mão
o leite morno que dele escorreu.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 05/10/2006
Código do texto: T257283
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57825 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:40)
Herculano Alencar

Site do Escritor