Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA MULHER FEIA

                (Nem tudo que parece é)

Ah! como ela era feia! Dava medo!
Ela mandou-me retirar a roupa,
Pensei que aquilo fosse de brinquedo,
E lhe disse: O que é isso? Pois me poupa!
Ela nem me deu bola... era um rochedo.
Feia, feia, e essa tal não era sopa.
Mandava-me engolir um troço azedo
E fez-me nu assim como garoupa.

Chega o doutor, começa a operação.
Depois, fui à UTI. Quanta atenção!
Mas a mulher feia era tão querida.

Não era feia, linda e doce irmã,
Que ajudou com presteza e enorme afã
Aos médicos salvarem minha vida!!

Lucan
Enviado por Lucan em 14/10/2006
Código do texto: T264295
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:03)
Lucan