Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de devaneio

Teu olhar transforma o meu. Teu olhar transcende
A curva do horizonte onde nasceu.
O teu beijar afoga o meu, e ascende
À imensidão do amar que perde Orfeu.

Teu seio me transtorna. Teu seio acende
Os céus e na sonoite traga o breu.
O teu prazer é o prazer meu, e compreende
A ilusão do sonhar, meu corifeu.

É na tua beleza que me espelho,
Ó rainha! Alteza, quero ser rei!
A teus pés ainda hoje eu me ajoelho.

O travesseiro conta travessuras...
Fui dormir no teu seio e acordei
No entanto do entretanto da loucura.
Cirilo
Enviado por Cirilo em 16/10/2006
Reeditado em 18/02/2009
Código do texto: T265501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cirilo
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
136 textos (7395 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:48)
Cirilo