Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FARDO ADVERSO

Quais planos traçam o destino,
Que não levem ao supino?
Noite após noite, dia após dia,
O destino trama mesmo à revelia?

Acho que escuridão é falta de alegria,
Quando o coração não tem primazia,
Naquele que se fez homem desde menino,
Não viu em cada circunstância um ensino.

Nisso, dor e incerteza nos comandam...
Por isso a alma se sente culpada.
Eu pago as palavras que não meço.

Será que o destino tem plano adverso
Em relação ao homem e ao universo?
Vê-se o futuro na escuridão cerrada?



WalterBRios
21/10/2006


dueto para FADO ADVERSO (Kathleen ML)
Walter BRios
Enviado por Walter BRios em 21/10/2006
Reeditado em 22/10/2006
Código do texto: T270238
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walter BRios
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
358 textos (13842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:06)
Walter BRios