Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tirano atemporal.

A pena usada pra compor-te a sorte
de tinta rubra ainda está manchada
foste arauto de dor, semeador de morte
trouxeste contigo nódoa ensanguentada.

Quem ouviu teus passos soube de antemão
que a vilania e a maldade haviam chegado
deixando um rastro de corpos pelo chão,
por onde ias, até o pó era calcinado.

Nao foste o bendito anjo do extermínio
nem foste o que a Parca pela mão trazia
antes nao se fizeste tão hediondo teu domínio.

De que valeu a hombridade dos vencidos?
De que valeu opor-se a tua tirania,
se deles até os nomes foram esquecidos?
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 24/10/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T272502
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34956 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:18)
Liane Furiatti