Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




          NÓS DOIS E A PÉTALA



Entre as folhas da agenda, a pétala, escondida,
ocultava, mui triste, o meu doce segredo;
a sua palidez guardava a despedida
daquele amor risonho e pleno de folguedo.

Com imenso calor, embora envelhecida,
aos meus olhos lembrava a ilusão de um enredo
só por nós dois vivido. E muito ressentida,
eu lamentava a dor de te perder tão cedo.

A pétala sem vida, escondendo o amargor
que dentro do meu peito era tão grande clamor,
descolorida, aos céus rogava só piedade.

Sentindo-a assim tão perto, eu tinha só saudade;
e, apenas por lembrar momentos fascinantes,
eu lamentava agora o fim de dois amantes...


                                                              (Soneto alexandrino)


Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 24/10/2006
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T272855
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (13198 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:39)
Alda Corrêa Mendes Moreira