Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INTEIRO




Sou este que aqui vês,
Não uso cilício nem arnês,
E ponho em tudo quanto digo,
Eu… pois que assim contigo.

O que não falseia nos quês,
E ora Poeta ora Jorge tu o vês:
Frágil, inconstante, ou amigo,
Que noutras a força vai comigo.

E o entusiasmo se instiga,
Não se compra nem anda na rua,
Não basta dizer-se que se estima,

Nem se padece por cansaço,
Que quando a querença vai nua,
Leva consigo o seu outro pedaço.


Jorge Humberto
(25/07/2003)






Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 30/10/2006
Código do texto: T277314
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66670 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:55)
Jorge Humberto