Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVO A POESIA


Meu amor, por favor tem dó
Se hoje saires aquela porta!
Por certo eu não me importa
Já me habituei a viver só.

Para que serve aqui viveres
Se não me dás a tua companhia,
Pois faças tu o que fizeres
Já não me tiras a alegria.

Habituei-me sem tua presença
Por isso não me faz diferença
Queres ir... vai à vontade.

Juro, já não me importar
Com a poesia irei sempre ficar
... Só ela me dá felicidade.


Autora: Maria Custódia Pereira
Biazocas
Enviado por Biazocas em 31/10/2006
Reeditado em 19/01/2011
Código do texto: T278023
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
423 textos (15828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:14)
Biazocas