Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO ESPELHO

Lílian Maial
______________________________________


Pois nada amaste, eu sei, além de ti,
aquele que te habita a própria imagem.
Em busca de te achar, eu me perdi,
voltando no começo da viagem.

A vil migalha que me coube à margem
do mundo, que em meus sonhos percorri,
lembranças que refletem a coragem
de amar, como eu amei, somente a ti.

E agora queres a absolvição,
perdão por esse amor que fazes pouco,
por vãos motivos, antes rejeitado.

Desejo que me queiras de paixão,
que grites nos ouvidos hoje moucos,
sofrendo a dor de estar apaixonado.

_____________________________________




Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 03/11/2006
Reeditado em 03/11/2006
Código do texto: T280726

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248694 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:12)
Lílian Maial

Site do Escritor