Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Dança do Tempo


Enquanto eu bailava sob a primavera
O tempo passava depressa por mim,
Levava nos braços o amor que eu quisera
Viver uma história de sonho sem fim!...

O tempo, mortal, feito abraço de fera;
Veneno fatal disfarçado em jasmim,
Levava pedaços de minhas quimeras
Meu “Deus”, quem me dera, ser feliz assim?

Eu não percebi que na dança do tempo
Meus sonhos ao vento fugiam ligeiros
No olhar derradeiro do deslumbramento!...

O cheiro de “Adeus” era um tiro certeiro,
E enquanto, faceiro, beijava-me o vento,
Era eu quem, de triste, morria primeiro!...






Ciro Di Verbena
Enviado por Ciro Di Verbena em 03/11/2006
Reeditado em 04/11/2006
Código do texto: T281583
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro Di Verbena
Votorantim - São Paulo - Brasil
223 textos (8976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:27)
Ciro Di Verbena