Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração Poeta


Não quero ser poeta que isso dói...
É um feito complicado fazer versos;
É uma explosão medonha que destrói
No coração a imagem do universo!

Todo poema é chaga que corrói,
Ao mesmo tempo é um braço que acalenta;
Refaz o mundo que a paixão destrói,
Letra após letra o verso me alimenta!

Não quero ser poeta, mas, que importa?
O verso vem teimoso à minha mente
Como se fosse um pródigo que volta...

E sou poeta mesmo sem querer...
Meu coração poeta não tem porta
E tudo o que há em mim se pode ver!
Ciro Di Verbena
Enviado por Ciro Di Verbena em 07/11/2006
Reeditado em 07/11/2006
Código do texto: T285126
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro Di Verbena
Votorantim - São Paulo - Brasil
223 textos (8974 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:28)
Ciro Di Verbena