Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANDARILHOS DO SONHO


Estradas construídas a suor,
picareta e chibanca, enxada e ancinho,
dão passo aos caminheiros sem vizinho,
que as salpicam de lágrimas e amor.

São pobres andarilhos sem pecado,
por percalços andando, almas de monge.
Jamais encontram pouso, e, de tão longe,
não chegam ao destino imaginado...

No poente da vida, já velhinhos,
buscam inspiração pelos caminhos,
não param, não se mudam de viandantes...

Raspas de sol e lua ainda brilhando,
para o sonho curar, vão ensinando,
que ele tem cura nos painéis brilhantes...
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 08/11/2006
Código do texto: T285922

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:41)
João Justiniano