Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDIDO, MAS ACHADO.

09/11/06. Manoel Lúcio de Medeiros.
Fortaleza-Ceará.

Levo a minha cruz dia após dia,
Mesmo sem ter tempo pra parar,
Sei que a jornada sempre é fria,
E que no calvário vou chegar!

Vou partir, mas nunca iludido,
Pois a vida tem seu dissabor,
É melhor ter o peito banido,
Que sofrer enganado na dor!

Nossa vida enfim é passageira,
Que termina só e ainda perdida!
Somos no final uma caveira.

Tudo é destruído no pecado,
Nossa vida enfim é um vale frio,
No final somos por Deus achado!



Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 09/11/2006
Código do texto: T286252
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:44)
Malume