Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SUCESSO E O NADA


Um dia, imaginei o rumo ao meu destino
e pus-me, o olhar erguido, andando pela idade.
Suei e forcejei, enquanto a mocidade
concedia-me a força e o trabalho supino.

Uns acham que brilhei e quase fui divino;
outros, que não passei da vã mediocridade.
E assim vão reduzindo ou ampliando a verdade,
e eu sou - o tolo, o herói, o crápula, o rabino.

Essa contradição humana, essa mentira,
não me comove ou vence e em nada me admira,
não muda ao meu destino o rumo, a caminhada.

Enfim o sucesso o que é? - Essa injunção de fatos
vulgares na importância, exatos e inexatos,
e ao cabo, a cova rasa ou a catacumba... O Nada!
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 09/11/2006
Código do texto: T286719

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19601 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:47)
João Justiniano