Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAZENDO MEA-CULPA

Não sou dono do mundo sou conviva!
Nada posso fazer pra melhorar
A humanidade livre se é cativa
De seu desiderato para errar.
     
Que todos mostrem a elegância altiva,
Na orgia, ou ajoelhados ante o altar
Recebam bênçãos, proteção festiva,
E sejam mais felizes para amar.

Serei amigo destes e daqueles
Nunca mais chorarei por nenhum deles,
Darei apoio pra quem mo pedir.

Sou o marisco contra o vil rochedo,
Boneco de papel e  de brinquedo,
Que faz momices, faz chorar e rir.
Lucan
Enviado por Lucan em 10/11/2006
Código do texto: T287346
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86949 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:35)
Lucan