Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A UMA MULHER

 A UMA MULHER

Trinta e oito anos já vi passar,
Desde aquele dia de Primavera,
Em que a vida, de graça me dera,
Uma rosa fresca para eu cuidar.

A essa flor que me quis acompanhar,
Eu dei tudo aquilo que pudera,
Mas mais dera, se meu o tivera,
Porque tudo fez para o ganhar.

Agora que já estou no fim da vida,
E se aproxima talvez a despedida,
Um só desejo mais acalento.

Que Deus nos dê saúde em paz,
E uma mente esclarecida e capaz,
Até ao ultimo e fatal momento.
Alberto Carvalheiras
Enviado por Alberto Carvalheiras em 10/11/2006
Código do texto: T287422
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto Carvalheiras
Portugal, 73 anos
323 textos (10328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:05)
Alberto Carvalheiras