Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto pro Amor

Pelejei, fiz de tudo, num tem jeito,
Pra tentar apagar você de mim,
Mais amor que é marcado não tem fim,
Não se perde e nem dorme, cá no peito,

Amor é o sentimento mais perfeito,
Não se ver num amor coisa ruim,
Diluído é fragrância no jardim,
Todo ser tem amor como direito,

Sem querer transformar em sofrimento,
Nem trazer pro seu lado a solidão,
Destruir ou rasgar esse momento,

Mas amor; não se rasga com a Mão.
Não se pode tirar do pensamento,
Quem insiste em ficar no coração.


Galdêncio Neto
Mote:Welton Melo

Poeta Galdencio Neto
Enviado por Poeta Galdencio Neto em 28/03/2011
Código do texto: T2875480

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Galdencio Neto
Sertânia - Pernambuco - Brasil, 41 anos
47 textos (4194 leituras)
9 áudios (431 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/17 13:36)
Poeta Galdencio Neto