Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Desde quando uma carga é leve?

Desde quando a carga é leve, pesada?
Desde que a transportemos com leveza?
Por que tudo tem toda essa estranheza?
Por que toda pessoa está calada?

Porque se destroem as simples defesas
Do humano ser a paz,amor, pureza ?
Sentimentos, que passam sem beleza
Trazendo pra essa vida a pobreza.

Esse nó, essa falta, tira de nós
A vida em comum. Deixa às almas, a ausência,
Deixa o amargo, sabor da triste mó.

Não gosto de incerteza,assim ter.
Assusta-me muito ficar à mercê
De ações inúteis sem nenhum prazer.


MVA
Enviado por MVA em 11/11/2006
Reeditado em 23/07/2011
Código do texto: T288395
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1925 textos (191064 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:37)

Site do Escritor