Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




"AINDA CHORO"

Os lamentos, da garça triste, que voava
a solidão, que tem às vezes, o colibri,
a traição, que de ti eu nunca esperava,
e os suspiros de paixão, que dei por ti.

O imenso amplidão, que no sonho eu voava
ao acordar, era triste a minha realidade,
as lindas canções, que para você eu cantava
que hoje ainda canto... Mas sinto saudade.

Meu amigo cavaquinho, assim, eu o chamava,
que hoje eu o troquei... Por uma guitarra...
Não faço mais lual, nem aquelas serenatas.

Mas, os acordes ainda fazem-me chorar...
quando toco e as lembranças, vem me encontrar,
longe daquele céu, e daquela chuva de prata.



Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 11/11/2006
Reeditado em 11/11/2006
Código do texto: T288447
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257150 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:35)
Antonio Hugo

Site do Escritor