Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto III ( No escuro)

Nesse escuro te vejo tão celestes!
Daqui me parece  nos cuidar, éticos.
Silentes, respeitosos com as vestes
Da gente adormecida; são poéticos!

Nesse momento mágico, puseste-te
Á disposição de ébrios, dos oníricos,
Pois que  sonhando um tempo nos empreste
o prazer de visitar mentes; são líricos...

E se lá deparar com muita farsa?
no sono que as paixões , os mexericos
Ganham força, são visíveis, e investem...

 sobre o  ser que dormente, até proteste,
Está à mercê, indefeso; cai bem fácil...
Nas armadilhas postas qual uma  peste...



Marlene Vieira Aragão 18/08/2005
MVA
Enviado por MVA em 13/11/2006
Reeditado em 23/07/2011
Código do texto: T289788
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1923 textos (190985 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:43)

Site do Escritor