Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

4- (S.C) – FERIDO DE AMOR.

Sonetos de Amor à Carmelita.
De. Manoel Lúcio de Medeiros.
Fortaleza, 15/12/2005.


Teu olhar de amor, minha alma corta,
Sinto-me ferido de amor,
Teu carinho cura-me qual horta,
Teu corpo tirando a minha dor!


Foi então que pude compreender,
Que o amor em ti também nasceu,
Teu amor também que agora é meu,
Não me deixa mais sem ti viver!


Encarei-te então por um momento,
Revelei-te aos olhos meu amor,
Pois na boca faltou a palavra.

O amor é como um alimento,
Que seduz por ser cortejador,
Supre-me de ti, oh doce lavra!



Direitos autorais reservados.


Malume
Enviado por Malume em 13/11/2006
Código do texto: T289937
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:07)
Malume