Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHOS


Tenho sonhos tão bons, visões tão agradáveis,
No decorrer da vida inflada de ilusões,
Que não trocara a paz das mágicas visões,
No gozo material dos reis e condestáveis.

Sonhando assim, retenho as dores inadiáveis,
Transmudo em riso manso o fogo das paixões.
Fugaz felicidade! As gratas ilusões.
Fazem meu mundo incerto em mundos realizáveis.

Como se a vida fosse o riso de um só dia,
Eu conto os anos rindo a cada doze meses,
No mundo das visões eternas das poesia.

Segredo de sonhar na dor, sorrir mil vezes,
Quando a tormenta cresce, a mente se anuvia
E tombam sobre nós reveses mais reveses.

João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 13/11/2006
Código do texto: T290407

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19607 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:24)
João Justiniano