Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor em poema

Da falta que tu me fazes, já nem sei...
Como posso saber da falta de quem nunca esteve presente?
Da falta que tu me fazes, já não rezo!
E já não penso, e só penso em mentir-me... por mais que tente!

No poema se descreve o amor que faz o poema
E só no poema existe amor... no poema apenas
Como posso falar-te da falta se só te tenho nos poemas?
E é da vida a inspiração que me move as penas!

Não, não posso descrever-te o que o silêncio diz
Só o poema sente a falta da inspiração que faz
Porque o não-amor se desafoga e se canta de cantar feliz...

Mas o amor... esse que busco... Só meu poema traz
Porque amor só existe em palavras gravadas por poetas de giz
Que na realidade da água, como tinta se desfaz!
dhália
Enviado por dhália em 13/11/2006
Código do texto: T290610
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:13)
dhália