Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se o rouco murmurar de claras águas...



Se o rouco murmurar de claras águas
docement’escorrer pelo semblante,
ou dum’esparsa fronde verdejante
ouvir-se, por bondade, muitas mágoas,

lá, onde, inspirado d’amor bravejante,
daquel’altaneira alma, em lutas árduas
eu escreva, e viva, e finde dessa águas
a rima dolente e o verso marcante.

Ela é o céu do querer que tanto sigo,
à terra do viver de minh’essência,
e o brio que me acalm’a sua mão.

É tão tomada no meu coração
ess’alma,  bondad’e contingência,
que na glória vivo e tomo a co abrigo.
Aprendiz
Enviado por Aprendiz em 16/11/2006
Código do texto: T292519
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
40 textos (1470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:30)
Aprendiz