Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O inverno gela, mas aquece o estio,

O inverno gela, mas aquece o estio,
e  teme, e repulsa, o favo sombrio,
e  faz-se de dureza como pedra,
mas inverte qund’o amor n’ermo medra.

À durez’é serena e a estação impetra:
“Vêde, pois, como está sem uma regra?
Dá-me chance à paixão, amor, e o fastio
correr-vos-ei do peito a doce rio.

Tal como soar fazem nos ouvidos,
a rija lufada e o zéfiro canto,
farei te soar do Norte os bramidos

e do Sul a bafagem com encanto,
d’Oeste os sentimentos mais vividos
e do Leste, somente à ti, o acalanto.”
Aprendiz
Enviado por Aprendiz em 17/11/2006
Código do texto: T294137
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
40 textos (1470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:52)
Aprendiz