Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonolento.

Como fazer uma poesia insone?
 
Não permita ao verso o sono.
 
Muito menos que o abandone,
 
Na fria latitude do caderno.
 

Deita-o inteiro; por completo.
 
No âmago da página fria.
 
Aonde o ritmo quase incerto,
 
Faz a indolência da cesura.
 

Porque no sono mora o sonho.
 
E no recesso da palavra o eterno,
 
Fulgor de todo pensamento.
 

Aonde se ensaia a bela forma.
 
Criando a atitude sem norma.
 
Poema adormecido no senso.

 
Gerson F Filho
Enviado por Gerson F Filho em 17/11/2006
Código do texto: T294150
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gerson F Filho
Guarapari - Espírito Santo - Brasil, 59 anos
352 textos (8646 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:44)
Gerson F Filho