Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desengano

Ah este desengano, tão feroz!
Vem como monstro, meu algoz,
destruindo os sonhos de amor,
trazendo a saudade e a dor.

Pensei por alguns momentos
ver acabar meus sofrimentos.
Embriagado pela tua beleza,
sentia-me em plena realeza.

Embalado em sonhos eu queria
ver de volta a minha alegria,
uma vida de imenso prazer!

Mas veio enfim o dia seguinte,
um dia tão triste, sem requinte.
Tudo acabou. Não posso te ver!
Andrade Pinto
Enviado por Andrade Pinto em 19/11/2006
Reeditado em 08/12/2006
Código do texto: T295680
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrade Pinto
Salvador - Bahia - Brasil, 64 anos
38 textos (4123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:13)