Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANOTAÇÕES PARA A HISTÓRIA


Bom mesmo é o gabinete de trabalho
que gere a trova, que o soneto ordene.
Se a cultura é imortal e a luz, perene,
a alegria dos frívolos gargalho.

Faço partir a caravana e sigo
sem temor ao ladrar do cão vadio.
Ele fica-se atrás e eu assobio
para gozá-lo ao pó e ao desabrigo.

A história em seu registro, certamente,
tendo a pesquisa do hoje por presente,
vai me dar a razão ora negada.

Deus, a posteridade há de curvar-se
ante a visão do que se deu, e ao dar-se,
foi relegado simplesmente ao nada.
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 23/11/2006
Código do texto: T299355

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:03)
João Justiniano