Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNIDADE


Teu rosto no vitral, a chuva e a luz
que escorrem lentamente dos meus olhos
ganham a eternidade nos refolhos
destes versos, desesperadamente, azuis.

Nos vitrais, muito embora, embaçados
vê-se ainda o contorno do teu rosto,
é urgente o sorriso anteposto
rente aos teus olhos desolados.

Nas linhas arqueadas destes versos
ponho lume e pedra, cataclismo;
tenho subjúdice  o histerismo

com o qual me diluo e me disperso;
entretanto, vou ter sempre em mim imerso
o teu rosto inteiriço de lirismo.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 01/07/2005
Código do texto: T29969
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:56)
Enzo Carlo Barrocco