Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





"A MOCINHA PURA"

Quando te conheci não imaginava
que fosses tão pura, quanto é por dentro,
nem imaginei que eu já te amava
e não são palavras que as leva o vento.

Deste-me o fruto que me fez ser pai
e me deste a honra de ser mais amado,
posso confessar-te que a amo demais
sou um rico homem bem aventurado.

Amo a natureza que provém de Deus
amo ser tocado pelos lábios teus,
sou um felizardo, pois feliz já sou.

A mocinha pura que casei um dia
tu foste o presente da Virgem Maria,
é merecedora do meu eterno amor.



Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 25/11/2006
Código do texto: T301450
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257211 leituras)
185 áudios (36330 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:21)
Antonio Hugo

Site do Escritor