Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA CONTRA-MÃO

Estou vendo que a hora está chegando
Sei que não me acostumei com sua ausência
Gostaria de lutar mais do que já lutei
Não gostaria de viver sem suas lembranças.

Vou  me cercar  dos teus retratos
Vou me lembrar de mil e um fatos
Vou  tentar sobreviver lembrando nossos encontros
Escrevendo versos  no passado.

Não vou brigar com nosso destino
Nem tão pouco com o seu coração
Se não me amas mais
Forçar-te é contra-mão.

Às vezes me pergunto
Onde foi que errei
Será que vivi criando fantasias
Ou o destino matou o que sonhei.

Mas para provar que te amo
Peço a Deus que te dê o que você me negou
Que não tropeces nem adoeça
E que não te enganem como você me enganou.
Fasanella
Enviado por Fasanella em 27/11/2006
Código do texto: T302876

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fasanella
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
39 textos (3442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:01)
Fasanella