Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O encanto da alma

Vejas se ninguém viu o reluzente
Alegrar de tua última insensatez.
Somente o amor – dessa vez -
Foi teu cúmplice resplandecente!

Acostuma-te a beleza desta vida!
O Ser que, nesta terra tão amável,
Vive entre a dor e a aflição, sente cansado
A falta desse amor fonte esquecida

Tomas uma lâmpada, ponha em teu candeeiro!
O sorriso, amigo, é a palavra apropriada.
A água que afoga amacia o pão e o centeio.

Se alguém motiva ainda aflição em tua alegria
Expulse essa dor vil que te apedreja.
Chame-o para viver nessa doce idolatria!
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 28/11/2006
Reeditado em 15/02/2011
Código do texto: T303522
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79567 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:03)
R J Cardoso