Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adrede

Sigam-me os bons! Sigam-me os maus! Sigam-me todos
Que não façam idéia do que são as idéias,
Pronomes, prolegômenos, prosopopéias...
Siga-me se acreditas que ignorantes fomos

Outrora e mais felizes e que ainda somos,
Mesmo não sendo nossas vidas epopéias,
Mesmo que sejam nossas fracas teias,
Transmutáveis, finitas, sem alma, sem cosmos...

E se de mim duvidas, não acreditas, siga-me
Também, melhor ainda! Duvidemos juntos
Da tese que ditou que há progredir no mundo!

Da natureza cada amor que tu subtrais
É porventura. Convenhamos, animais,
Não mais, somos. A vida, afinal, é intriga...
Cirilo
Enviado por Cirilo em 29/11/2006
Reeditado em 28/10/2015
Código do texto: T305201
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cirilo
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
136 textos (7396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:43)
Cirilo