Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor III

Pétalas do mais rubro sentimento
Ária cantada com mais alegria
Num tom funesto duma elegia
No mais, apenas um deslumbramento

Nas notas mais tristes da sinfonia
(ou no arranjo dessa velha viola
no tom amigo que sempre consola)
Cantar a modinha, a melodia

Uma música a soar com timidez
Num tom tão choroso, quase que fúnebre
Uma letra num tom, se fosse lúgubre
Deixaria um sinal de morbidez

Mas num amor há sempre duas notas
Umas mais presas e as outras tão soltas...


Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 30/11/2006
Código do texto: T305354

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 32 anos
799 textos (255239 leituras)
6 áudios (1607 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:32)
Fabio Melo