Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS ARAUTOS DO NADA

Pensei em por um fim no meu martírio
renunciar, desistir, já era tarde;
preferi conviver com esse delírio
do que ser apontado por covarde.

As lutas fazem parte da minha vida
jamais passei omisso na cidade
se tenho a ideologia combatida
é porque trabalho com honestidade

Por isso lutam por minha cabeça
motivam meu ideal para que cresça
cada vez mais a minha construção

Enquanto eles tramam, eu trabalho
e esqueço aqueles que só metem o malho,
que nada fazem e nunca têm razão.
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 03/07/2005
Código do texto: T30744

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272302 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:20)
Ricardo De Benedictis