Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como eu te amo

Como eu te amei não poderiam mil
Homens a amar-te juntos chegar perto.
E entre eles, nem mesmo o mais esperto
Amar-te-ia como eu, tão febril!

Não há nesta terra, não há em todo o Brasil,
Nem nas Américas não há decerto,
Nem na Europa ou na puta-que-o-pariu,
Homem que sem ti seja qual deserto,

Ó vastidão de nada! Sempre triste,
Vazio, infértil, devasso, consumido
Por tudo e qualquer coisa vil que existe!

Se eu a outro homem desse ínfima fração
Do amor que por ti tenho, e comedido,
Ser-lhe-ia demais pro coração.
Cirilo
Enviado por Cirilo em 02/12/2006
Reeditado em 21/03/2012
Código do texto: T307953
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cirilo
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
136 textos (7579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:41)
Cirilo