Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Corpo - Sonetex-FiuzaLullyano


Autor: Daniel Fiúza.
10/07/2011


Doce encanto, bela formosura,
mulher que seduz como serpente,
teu corpo sensual tem gostosura,
bebo teu veneno docemente.

Tu és a mais bonita criatura,
teu beijo tem o sabor divinal,
os teus seios trazem a loucura,
tua pele me encanta na brancura,
nos teus lábios me sinto imortal,
meu amor no teu amor goza fartura.

E na posse dessa paixão carnal,
Como louco me entrego na orgia,
Escravo da amada, um serviçal,
tua pele é minha fonte d’alegria.

Nos prazeres, feiticeira e fada,
minha vida em ti é derramada.

O Sonetex-FiuzaLullyano, foi criado em 09/07/2011,
por Daniel Fiuza e Lully Ferrario.


Regras do Sonetex-FiuzaLullyano.

O Sonetex-FiuzaLullyano, começa com uma quadra,
depois uma sextilha, outra quadra
e termina com um dístico.

• quadra;
• sextilha;
• quadra;
• dístico;

Todo o poema segue as regras da métrica e da rima.
As células rítmicas: acentuação livre.
A métrica: segue o esquema de um soneto original.
Redondilha, decassílabo, dodecassilábo, etc.,
as rimas seguem o padrão abaixo:

ABAB ACAACA CDCD EE


Domfiuza
Enviado por Domfiuza em 11/07/2011
Código do texto: T3089322

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Domfiuza
Santa Barbara D'Oeste - São Paulo - Brasil
1103 textos (144023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/07/17 04:04)
Domfiuza