Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTIDOS ALADOS

Lutei uma vida inteira,
sinto que sonhei em vão;
meus olhos fazem poeira,
meus pés trazem solidão...

No nariz sinto a sentença
que meus cabelos tingiu:
Desilusão e descrença
de um povo pobre e servil...

Torno a boca em santuário...
Solto da língua o canário
que canta triste canção.

O mel brota das orelhas,
das mãos, repletas de abelhas,
do peito sem coração...
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 05/07/2005
Código do texto: T31197

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:38)
Ricardo De Benedictis